CONCRETO AUTOADENSÁVEL

R$75,00


PDF_divulgacao_ConcretoAutoadensável

O livro

O Concreto Autoadensável (CAA) é claramente uma das áreas da tecnologia do concreto que tem o maior potencial de desenvolvimento. O CAA não é apenas um novo tipo de concreto, senão uma tecnologia que, quando aplicada corretamente, proporciona propriedades diferentes e, principalmente, novas oportunidades.

Com a utilização do CAA, a estrutura deve ser analisada através de uma forma integral, e tanto o processo construtivo quanto a concepção arquitetônica podem possam ser otimizados.

No Brasil, a utilização do CAA ainda está muito aquém do potencial desse material, devido a uma série de questões que serão abordadas ao longo do livro. Porém, equacionar uma das principais razões, que é O CAA é claramente uma das áreas da tecnologia do concreto que temo maior potencial de desenvolvimento. O CAA não é apenas um novo tipo de concreto, senão uma tecnologia que, quando aplicada corretamente, proporciona propriedades diferentes e, principalmente, novas oportunidades.

Com a utilização do CAA, a estrutura deve ser analisada através de uma forma integral, e tanto o processo construtivo quanto a concepção arquitetônica podem possam ser otimizados.

No Brasil, a utilização do CAA ainda está muito aquém do potencial desse material, devido a uma série de questões que serão abordadas ao longo do livro. Porém, equacionar uma das principais razões, que é o desconhecimento dos profissionais a respeito do assunto, é a grande motivação dos autores desse. Com o trabalho, pretende-se divulgar o material desde a sua definição, passando por métodos de dosagens e até exemplos reais de aplicação, para dirimir quaisquer dúvidas e anseios do público em geral.

As duas propriedades mais importantes do CAA são a trabalhabilidade e a estabilidade. As características desse concreto têm de ser determinadas e mantidas, assim as propriedades dos materiais e, principalmente, o proporcionamento destes, passam a ser os fatores mais importantes para a otimização da mistura.

Nos últimos anos, o CAA vem atraindo cada vez mais interesse no Brasil e vem sendo utilizado em indústrias de pré-fabricados e em obras correntes e especiais. Porém, os principais estudos atualmente vêm focando as propriedades mecânicas, a durabilidade e a possibilidade de utilização com determinados tipos de materiais locais. A dosagem, que é um dos aspectos mais importantes deste concreto, tem sido pouco estudada, prejudicando, assim, todos os temas anteriores.

Por se tratar de um material relativamente novo no mercado e ainda desconhecido do grande público, a parte inicial do livro detalhará o conhecimento existente sobre o CAA, englobando definição, vantagens, aplicações conhecidas, os materiais constituintes e suas propriedades no estado fresco e endurecido. Porém, a intenção principal é divulgar os dois métodos de dosagem propostos pelos autores, os quais visam facilitar a difusão do material e evitar uma série de problemas como os descritos nos parágrafos anteriores. Pretende-se, assim, possibilitar a viabilização econômica do CAA, por utilizar conceitos testados e aprovados por diversos profissionais.

Ainda, é importante ressaltar que esta edição do livro foi revista e ampliada, inclusive atualizando os leitores sobre a ABNT NBR 15823, primeira norma sobre a trabalhabilidade do CAA no Brasil.

Description

PDF_divulgacao_ConcretoAutoadensável


3ª edição revisada e ampliada 2021

BERNARDO TUTIKIAN
DENISE DAL MOLIN

ISBN 978-85-7456-398-5

Brochura

160 páginas


Os Autores

Bernardo Fonseca Tutikian é professor e pesquisador da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – RS (UNISINOS), sendo docente permanente do Programa de Pós Graduação em Engenharia Civil (PPGEC). É pesquisador do Instituto Tecnológico de Desempenho para Construção Civil – itt Performance e Pesquisador de Produtividade Nível I do CNPq. Engenheiro civil, mestre e doutor em engenharia. Tem pós doutorado pela CUJAE em 2013, é professor visitante da Universidade de Missouri of Science and Technology (EUA), professor visitante na Université de Cergy-Pontoise (França) e pesquisador da Universidad de la Costa – CUC (Colômbia). É autor do livro Concreto autoadensável e do livro Patologia das Estruturas de Concreto, Aço e Madeira, publicado pela Oficina de Textos, em 2019. Atua nos cursos de especialização em Construção Civil, Segurança contra Incêndio, Projeto de Estruturas e Patologia e Desempenho nas Obras Civis na Unisinos. Orienta trabalhos de conclusão de curso, mestrados e doutorados e é avaliador de periódicos internacionais de renome, como Construction and Building Materials, Cement and Concrete Research e ACI. É membro permanente do Steering Board do CONSEC e é Editor Associado do periódico RIEM. Conselheiro eleito do IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto), ex vice-presidente e atual diretor de pesquisa e desenvolvimento. Ex-presidente da Alconpat Brasil por dois mandatos, ex-vice presidente e Diretor de Jovens da Alconpat Internacional. Recebeu mais de 30 premiações de entidades ao longo da carreira. Presta consultoria para empresas de construção civil na área de dosagem de concretos, desempenho e patologia. Publicou mais de 350 trabalhos em periódicos e eventos. E-mail para contato: bftutikian@unisinos.br

Denise Dal Molin possui graduação em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (1982), mestrado (1988) e doutorado em engenharia civil pela Universidade de São Paulo (1995). Atualmente é Professora Titular e pesquisadora (docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil: Construção e Infraestrutura) da UFRGS. Tem experiência na área de engenharia civil, com ênfase em construção civil. Desenvolve, principalmente, os seguintes temas: tecnologia de concretos convencionais e especiais, aproveitamento de resíduos em materiais de construção, desenvolvimento de novos materiais, avaliação de desempenho de materiais e componentes da construção, patologia e recuperação de estruturas e construções, e processos construtivos. Na graduação, foi professora homenageada pelos formandos de engenharia civil em 2002/2, 2003/1, 2004/1, 2005/1 e 2007/2 e Paraninfa em 2006/1 e 2012/1. Orientou 73 bolsistas de iniciação científica e formou 89 mestres e 45 doutores. É pesquisadora nível I do CNPq. Publicou 43 artigos em periódicos internacionais, 56 em periódicos nacionais e 503 artigos em congressos internacionais e nacionais. Possui 2 livros publicados, 1 livro editado e é autora de 13 capítulos de livro. Foi distinguida com 45 premiações e títulos honoríficos ao longo da carreira. É consultora da CAPES e do CNPq. Realizou diversos trabalhos em parceria com a iniciativa pública e privada, transferindo para o meio os avanços produzidos na Universidade. Na área administrativa, foi coordenadora do Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil por duas gestões seguidas e coordenadora substituta do Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil: Construção e Infraestrutura também por 2 gestões seguidas. Foi diretora da Escola de Engenharia da UFRGS na gestão 2008-2012. Foi membro fundador da Associação Brasileira de Patologia das Construções – ALCONPAT Brasil. Atualmente é membro do núcleo docente estruturante do curso de engenharia civil e líder do Grupo de Pesquisa LAMTAC (Laboratório de Materiais e Tecnologia do Ambiente Construído) da UFRGS. 

Detalhes do Livro

Peso 0.295 kg
Dimensões 23 × 16 × 2 cm